Erro
  • JFolder::files: O caminho não é um diretório. Caminho: /home/ossr/public_html/images/silvana
Aviso
  • There was a problem rendering your image gallery. Please make sure that the folder you are using in the Simple Image Gallery plugin tags exists and contains valid image files. The plugin could not locate the folder: images/silvana

Vaticano reconhece milagre da fundadora das Monjas Redentoristas Destaque

Quarta, 16 Dezembro 2015 19:59
Vaticano reconhece milagre da fundadora das Monjas Redentoristas

Na última segunda-feira (14), o Papa recebeu em audiência o Prefeito da Congregação das Causas dos Santos, Cardeal Angelo Amato. No decorrer da audiência, o Santo Padre autorizou a Congregação a promulgar 17 decretos, entre os quais o reconhecimento de um milagre atribuído à intercessão da Venerável Serva de Deus Madre Maria Celestre Crostarosa, fundadora da Ordem do Santíssimo Redentor, conhecidas como 'Monjas Redentoristas'. Com o decreto a religiosa se tornará beata pela Igreja Católica. 

Para madre Maria Luiza do Mosteiro da Imaculada Conceição de Itu (SP), a expectativa pela canonização era muito grande entre as religiosas e a aprovação do decreto vem confirmar o testemunho da fundadora depois de mais de 250 anos de sua morte. 

"Nós estávamos ansiosas há muitos anos e agora ficamos imensamente alegres por receber essa notícia, pois foram mais de 250 anos esperando", afirmou a religiosa. 

A cerimônia de beatificação deve ocorrer no próximo ano, com data ainda a ser agendada. Conheça a história da Madre fundadora das Monjas Redentoristas. 

História 

Madre Celeste Crostarosa nasceu no dia 31 de outubro de 1696 na cidade italiana de Nápoles.  Com apenas 14 anos decide  consagrar-se inteiramente  sua castidade a Deus.  Ainda jovem entra no Carmelo  com sua irmã Úrsula, e futuramente vem se juntar a elas a caçula Giovanna. Com o fechamento do Carmelo, Celeste e suas irmãs aconselhadas pelo então padre Thomas Falcoia vão para Scala para um mosteiro que viviam a regra da visitação.

Em abril de 1725 Maria Celeste, sendo noviça tem a primeira revelação do novo instituto, e após um curto tempo a pedido do Santíssimo Redentor começa a escrever as regras após receber a comunhão. E perceptível que ela além de fundadora é uma grande mística desconhecida por muitos. Após conhecer Santo Afonso, padre que havia ido pregar os exercícios espirituais para as visitandinas e este convencido que a nova fundação era obra de Deus pede o reconhecimento de Dom Falcoia.

O novo instituto é fundado oficialmente no dia 13 de maio de 1731 (festa de pentecostes). Em 6 de agosto as irmãs recebem o novo hábito. Cada irmã é convidada a ser “Memória Viva” de Nosso Senhor Jesus Cristo, testemunhando o mistério pascal.

Em 1733 Celeste é forçada a deixar Scala por ordem de Dom Falcoia, isso por ela recusar assinar as regras alteradas por ele. Juntamente com ela saem suas duas irmãs. Após um longo período de exilio Celeste chega a Foggia, e aí funda o mosteiro do Santíssimo Salvador.

A morte da Venerável se dá no dia 14 de setembro de 1755. Após varias tentativas de abertura do processo de beatificação conseguiu-se no ano de 1901 a declaração do título de venerável para a religiosa. 

Onde encontrar as Monjas Redentoristas

No Brasil, existem dois mosteiros das Monjas Redentoristas. Para manter contato com as Monjas Redentoristas de Itu no Mosteiro da Imaculada Conceição o endereço é rua Capitão Silvio Fleming, 146, Centro, CEP 13309 -010, Itu (SP) e ainda pelo telefone (11) 4023-3253 e pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Em São Fidélis, no Mosteiro Santa Face e Puríssimo e Doloroso Coração de Maria, fica à rua Armando Marques, S/Nº, CEP 28400-000, São Fidélis (RJ), telefone (22) 2751-5770 e e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Avalie este item
(1 Votar)
Ler 638 vezes