Madre Celeste

Escrito por Super User Ligado . Publicado em menu

Madre Celeste Crostarosa nasceu no dia 31 de outubro de 1696 na cidade italiana de Nápoles.  Com apenas 14 anos decide  consagrar-se inteiramente  sua castidade a Deus.  Ainda jovem entra no Carmelo  com sua irmã Úrsula, e futuramente vem se juntar a elas a caçula Giovanna. Com o fechamento do Carmelo, Celeste e suas irmãs aconselhadas pelo então padre Thomas Falcoia vão para Scala para um mosteiro que viviam a regra da visitação.

Em abril de 1725 Maria Celeste, sendo noviça tem a primeira revelação do novo instituto, e após um curto tempo a pedido do Santíssimo Redentor começa a escrever as regras após receber a comunhão. E perceptível que ela além de fundadora é uma grande mística desconhecida por muitos. Após conhecer Santo Afonso, padre que havia ido pregar os exercícios espirituais para as visitandinas e este convencido que a nova fundação era obra de Deus pede o reconhecimento de Dom Falcoia.

O novo instituto é fundado oficialmente no dia 13 de maio de 1731 (festa de pentecostes). Em 6 de agosto as irmãs recebem o novo hábito. Cada irmã é convidada a ser “Memória Viva” de Nosso Senhor Jesus Cristo, testemunhando o mistério pascal.

Em 1733 Celeste é forçada a deixar Scala por ordem de Dom Falcoia, isso por ela recusar assinar as regras alteradas por ele. Juntamente com ela saem suas duas irmãs. Após um longo período de exilio Celeste chega a Foggia, e aí funda o mosteiro do Santíssimo Salvador.

A morte da Venerável se dá no dia 14 de setembro de 1755.  Acredita-se que no momento de sua morte, São Geraldo Majella, seu amigo espiritual, viu sua alma voar para o céu como uma pomba branca. Após varias tentativas de abertura do processo de beatificação consegue-se no ano de 1901 a declaração de venerável. Rezemos por sua beatificação.